O bracketing de exposição é uma técnica simples que fotógrafos profissionais usam para garantir a exposição adequada de suas fotos. Especialmente em situações de iluminação desafiadoras. Quando você expõe para uma cena, o medidor de luz da sua câmera selecionará uma combinação de abertura/velocidade do obturador que ele acredita que dará uma imagem adequadamente exposta.

O bracketing de exposição significa que você precisará tirar mais duas fotos: uma levemente subexposta (com uma compensação de exposição negativa de -1/3EV, por exemplo). E a segunda levemente superexposta (com uma compensação de exposição positiva que pode ser de +1/3EV), novamente de acordo com o medidor de luz da sua câmera.

Quando ocorre e por que fazer o bracketing?

A razão pela qual você faz isso é porque a câmera pode ter sido ‘enganada’ pela luz (muita ou pouca) disponível e seu assunto principal pode estar super ou subexposto. Ao tirar essas três fotos, você está se certificando de que, se esse for o caso, você teria compensado adequadamente.

Por exemplo, digamos que você está fotografando uma cena em que há uma abundância de luz ao redor do assunto principal (por exemplo, na praia em um dia ensolarado ou cercado de neve). Nesse caso, usando a medição de Média Ponderada, sua câmera pode ser ‘enganada’ pela abundância de luz e expô-la fechando a abertura e/ou usando uma velocidade de obturador mais rápida (assumindo que o ISO é constante), com o resultado de que o assunto principal pode estar subexposto. Ao tirar uma foto extra com uma leve superexposição, você estaria de fato superexpondo os arredores, mas expondo adequadamente o assunto principal.

Outro exemplo seria o caso em que o ambiente pode estar muito escuro e a câmera expõe a falta de luz abrindo a abertura e/ou usando uma velocidade de obturador mais lenta (assumindo que o ISO é constante), então o assunto principal pode ser superexposto. Ao tirar uma foto extra com uma leve subexposição, você estaria de fato subexpondo os arredores, mas expondo adequadamente o assunto principal.

Agora, a maioria das câmeras digitais tem escalonamento automático de exposição, o que significa que, se você selecionar essa opção antes de tirar a foto, a câmera tirará automaticamente três fotos para você: 

  • Uma que ela acha que está perfeitamente exposta; 
  • A segunda ligeiramente subexposta; 
  • A terceira ligeiramente superexposta.

Quando usar o bracketing?

Você deve usar o bracketing de exposição sempre que sentir que a cena é desafiadora (muitos destaques ou sombras). No que diz respeito à iluminação, por exemplo, o pôr do sol geralmente é melhor tirado levemente subexposto. Assim, use o bracketing de exposição lá ou sempre que quiser ter certeza de que não expor indevidamente uma foto fabulosa.

Lembre-se, você não está mais usando filme. Então não há realmente nenhum desperdício de fotos (a menos que você esteja severamente limitado pelo tamanho da sua mídia de armazenamento).

Devo guardar o excesso de fotos?

A resposta é sim. Se o armazenamento permitir, guarde todas as três fotos até chegar em casa. Depois, carregue-as no seu PC e em um software de edição de imagens, como o Photoshop. Ao usar a funcionalidade de camadas do programa (ou funcionalidade semelhante de outro software de edição de imagem), você pode carregar todas as três fotos em camadas diferentes. Em seguida, apague cuidadosamente a parte subexposta ou superexposta de uma ou mais camadas para terminar com um tomada final onde tanto o assunto principal quanto os arredores estão devidamente expostos.

Essa funcionalidade do Photoshop permite fotografar em situações de iluminação muito extremas, onde há muitas partes em diferentes intensidades de luz e sombras. Isso faz com que você perca detalhes nos realces e nas sombras. Nesse caso, você pode precisar de mais de duas fotos extras para obter detalhes nas diferentes partes. 

Sem mover a câmera (um tripé é essencial aqui), tire quantas fotos precisar, expondo as diferentes partes que deseja que os detalhes fiquem visíveis. Então você carregaria todos eles no Photoshop, cada um em sua própria camada, e apagando as partes sub e superexpostas, tornando assim, o processo muito mais prático.

Usado criteriosamente, o bracketing de exposição é uma técnica simples que pode garantir a exposição adequada de uma situação de iluminação difícil. 

Quer trabalhar com fotografia?

Você já é fotógrafo e quer saber como trabalhar ainda mais com fotografia? Então junte-se ao Fotop. Conheça mais sobre a maior rede de profissionais da imagem do país e descubra novas maneiras de ganhar dinheiro fazendo aquilo que você mais ama. Cadastre-se agora mesmo clicando aqui.

Acompanhe também o nosso perfil no Instagram. Aproveite também para convidar um amigo ou amiga a conhecer o nosso trabalho.

Pin It on Pinterest

Share This