Criar oportunidades, desenvolver soluções e’ empoderar os fotógrafos em meio às transformações do mercado da fotografia sempre foram prioridades do Fotop. E, em 2021, o foco da empresa não foi diferente.

Com a retomada dos eventos esportivos, a ampliação de trabalhos no setor imobiliário e as melhorias na plataforma do marketplace, O Fotop chegou ao final de um ano intenso, cheio de desafios e feliz pelo resultado alcançado, expandindo negócios, participando de agendas internacionais e batendo a marca de 5 milhões de fotos vendidas.

Segundo Renato Cukier, um dos fundadores do Fotop, para 2022 a expectativa é de mais crescimento, visando a expansão em outros estados do país e a consolidação do Fotop na Europa.

“A gente quer colocar o Fotop em vários países. Mesmo no Brasil a gente tem muita coisa para expandir, várias áreas de atuação. Especialmente o Fotop Serviços, a gente vê como sendo um serviço extremamente importante para os clientes finais, pois resolvemos dores reais das empresas e, no futuro, até de pessoas físicas, que precisam de fotógrafos e não encontram”, relata Cukier.

De acordo com Renato, estar no digital, é essencial. Hoje não há como vender um serviço ou produto sem ter presença na Internet e, para isso, você precisa de fotos.

“Precisam de fotos para recordação ou fotos para transação, para vender mais no e-commerce é cada vez mais fundamental. Tem muita coisa a ser feita e acho que uma coisa importante é muita coisa para o lado dos fotógrafos. A fotografia mudou muito, o fotógrafo teve que se reinventar muito. E a gente quer estar na linha de frente, empoderando esses profissionais, ajudando-os a ter mais fontes de renda com o que eles gostam e amam”, diz.

Mercado esportivo

O Fotop também enxerga as experiências no mercado esportivo como um grande potencial para o próximo ano. Segundo André Chaco, CEO do Fotop, entre as perspectivas está a de gerar mais oportunidades para quem faz a cobertura de corridas de rua e maratonas.

“A gente tem como perspectiva e planos seguir com mais oportunidades de eventos para quem gosta do mercado esportivo, a gente já tem alguns eventos bem grandes para o próximo ano. Eventos inéditos, várias novas oportunidades para os fotógrafos”, conta.

Chaco também aponta a melhora da plataforma white label para que os fotógrafos possam, cada vez mais, tornarem-se empreendedores e gerarem renda com suas fotos, trabalho este que continuará com toda a força em 2022.

“A gente quer fazer parte dessa revolução e facilitar a vida do fotógrafo, de garantir que ele ganhe dinheiro fazendo o que gosta. Com as novas funcionalidades que a gente está trazendo vai facilitar esse tempo e fluxo de trabalho, vai aumentar o faturamento deles”, conta Chaco.

Visando nossos projetos

Saindo um pouco do mercado esportivo, o Fotop também quer revolucionar o mercado de fotografia de formaturas, “onde a gente sabe que há muita coisa a melhorar”, diz Chaco. O mesmo também se aplica ao turismo, já que a empresa já tem algumas experiências com o segmento.

“Abrir possibilidades tendo uma operação bem estável para quem quiser passar um tempo, viver em outros países que o Fotop sirva como porta de entrada, como primeiro lugar de faturamento para ele”, reforça o CEO.

Para finalizar, Chaco e Cukier reforçam seu agradecimento às milhares de pessoas que deixaram o Fotop fazer parte de suas vidas em 2021, pois acreditam que registrar momentos únicos é um orgulho gigantesco. Eles agradecem também a todos os fotógrafos que fazem com que tudo isso aconteça.

“Sem essa comunidade de fotógrafos e, obviamente, sem os compradores das fotos e experiências, o Fotop não teria nenhum sentido. A gente se alimenta do sucesso dos fotógrafos e da satisfação das pessoas”, afirma Chaco.

Em nosso Canal do Youtube é possível conferir este e outros vídeos onde nossos fundadores falam sobre as histórias, conquistas, dificuldades e projetos futuros do Fotop, veja na íntegra clicando aqui!

Quer conhecer mais sobre os nossos serviços? Então clique aqui.

Acompanhe também o nosso perfil no Instagram.

Pin It on Pinterest

Share This