Antes de mais nada, dominar o uso das cores é uma habilidade essencial para qualquer bom fotógrafo. Para obter proficiência, é necessário um conhecimento básico de cores primárias e cores complementares. Vamos definir no artigo de hoje esses conceitos fundamentais e ensinar como explorá-los para tirar melhores fotos.

O grande físico James Maxwell em 1859 demonstrou que cada cor poderia ser obtida a partir de apenas três feixes de luz coloridos, um vermelho, um verde e outro azul. Assim, ao superprojetar esses três feixes em uma tela branca e dosar cuidadosamente suas intensidades, qualquer cor podia ser obtida. 

Esta é a base da chamada “síntese aditiva”. Essas três cores (vermelho, verde e azul, ou RGB) são chamadas de “cores primárias ”. Somando todas as primárias em suas intensidades máximas, dá origem ao branco. Por outro lado, o preto é a ausência de qualquer luz.

Cores complementares

Primeiro, cada cor primária também tem uma “cor complementar”. Essa cor complementar de uma determinada cor primária é definida como a cor que somada à primária produz a luz branca. Entende-se que as cores complementares para vermelho, verde e azul são ciano, magenta e amarelo, respectivamente. O que um fotógrafo deve sempre ter em mente são simplesmente os pares de cores (fundamentais, complementares):

  • Vermelho / ciano;
  • Verde / magenta;
  • Azul / amarelo.

Ao mesmo tempo, o controle magistral de cores complementares é essencial na composição de uma imagem. A justaposição de cores complementares sempre cria um contraste cromático marcante. Consequentemente, se você deseja destacar um objeto de seu plano de fundo, deve escolher um plano de fundo com a cor complementar do objeto. 

Bons exemplos são as folhas de outono amarelas contra um céu azul ou flores magenta contra a folhagem verde. Sob o mesmo aspecto, o assunto principal chamará imediatamente a atenção do espectador. Por menor que seja o tema principal, se tiver um pano de fundo complementar, sempre será um importante elemento composicional. Normalmente vai chamar toda a atenção.

Cores harmoniosas

Cores semelhantes são harmoniosas e não complementares. Quando apenas cores harmoniosas estão presentes em uma imagem, a cor normalmente não é a atração principal. Bem como outros elementos fundamentais assumem o controle, como forma e textura. Um exemplo pode ser grama verde contra um céu azul. 

Por isso, aqui vai uma dica: se você for tirar uma foto de uma grama verde, a iluminação de fundo produzirá um efeito fantástico, tornando o verde muito vívido e brilhante. Em síntese, lembre-se de que a direção da luz solar também é importante. Tenha cuidado ao fazer composições com cores semelhantes em fotografia em preto e branco. Na maioria das vezes, o que parece claro e bem definido no mundo colorido parecerá confuso e sem brilho em preto e branco.

Por fim, agora você sabe como compor uma imagem altamente contrastante ou, ao contrário, uma imagem harmoniosa. Tudo isso do ponto de vista cromático. Agora é hora da melhor coisa que você pode fazer: experimentar o que você acabou de aprender.

Quer trabalhar com fotografia?

Você já é fotógrafo e quer saber como trabalhar ainda mais com fotografia? Então junte-se ao Fotop. Conheça mais sobre a maior rede de profissionais da imagem do país e descubra novas maneiras de ganhar dinheiro fazendo aquilo que você mais ama. Cadastre-se agora mesmo clicando aqui.

Acompanhe também o nosso perfil no Instagram. Aproveite também para convidar um amigo ou amiga a conhecer o nosso trabalho.

Pin It on Pinterest

Share This